SC tem queda de 64% nos furtos e roubos de cargas

SC tem queda de 64% nos furtos e roubos de cargas

De 2017, quando foram intensificadas as ações de combate ao roubo e furtos de cargas, além da receptação, para 2018, a Divisão de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC/Deic) registrou queda de 64% nas ocorrências.

Os números foram apresentados pelo Delegado da DFRC, Osnei Valdir de Oliveira, o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, e o comandante geral da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), Coronel Evaldo Hoffmann, no segundo dia do 3º Encontro de Segurança do Transporte Rodoviário de Cargas do Sudeste-Sul. Na oportunidade, cada Estado participante apresentou a realidade vivenciada por transportadores de um lado e por agentes de segurança pública de outro. O evento aconteceu no último mês de setembro, em Florianópolis.

“É honroso para nós, uma federação que está em gigante processo de transformação, obter resultados tão significativos e organizar este evento tão importante, em parceria com a NTC&Logística”, disse, satisfeito, Rabaiolli.

O panorama de Santa Catarina apresenta 606 ocorrências em 2015, 635 em 2016, 572 em 2017 e 207 em 2018, segundo dados da Polícia Civil. Os números representam aumento de 4% de 2015 para 2016, seguido de queda de 10% no ano seguinte e, então, 64% em 2018.

Ao comparar os primeiros semestres de 2018 e 2019, por sua vez, a expectativa é ainda melhor: enquanto no ano passado já havia sido registrado 103 ocorrências, neste ano foram 41, o equivalente à queda de 60%.

A maior incidência de roubos e furtos de cargas nas estradas catarinenses, segundo Oliveira, é no período noturno. E as cargas mais visadas são de carne, polietileno, têxtil, ferroso, maquinários, grãos, cigarros, combustível, peixe, alimentos, diversos e bebidas.

Para reduzir ainda mais as ocorrências, a DFRC/Deic apresentou propostas de articulação com as polícias dos demais Estados. Além disso, salientou a parceria da Fetrancesc, reforçada com a doação de mais uma viatura no Encontro, para fortalecer o trabalho da Divisão e da Segurança Pública.

Polícia Militar Rodoviária – Garantidora da segurança dos motoristas nas rodovias estaduais, a PMRv de Santa Catarina está dividida em dois batalhões: a do litoral, com quatro Companhias e 14 postos, e a do interior, com três Companhias e 10 postos.

São 110 rodovias estaduais, protegidas pela PMRv, com uma malha viária de quase 5 mil quilômetros. E, segundo o Coronel Evaldo Hoffmann, a infraestrutura das rodovias estaduais é um dos principais problemas detectados para os motoristas. Para garantir a segurança nas ocorrências de roubos e furtos de cargas, por sua vez, o comandante falou sobre a presença policial e o trabalho alinhado das polícias.

Ações da Fetrancesc – Para fortalecer o combate aos roubos e furtos de cargas, além de pôr fim aos receptadores, a Fetrancesc iniciou um trabalho intenso em 2017 com os Poderes Legislativo e Executivo, além de unir os transportadores e agentes de segurança, bem como se aproximar das Polícias.

“A Fetrancesc, enquanto federação que representa as empresas do TRC/SC, tomou esta posição: somos aliados do Poder Público e entendemos que esta é a melhor forma de atuarmos”, comentou o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, ao comentar as ações da entidade.

A primeira iniciativa, relatou Rabaiolli no 3º Encontro de Segurança do Transporte Rodoviário de Cargas do Sudeste-Sul, foi a articulação para a Lei 17.405/2017, que cassa a inscrição estadual de empresas receptadoras de carga roubada e para criar a DFRC/Deic. Em seguida, foi criado um grupo de Whatsapp com presidentes, diretores, empresários, delegados e agentes de segurança.

Com a criação da DFRC, a Fetrancesc fez a doação de duas viaturas zero quilômetro: uma em 2018, na criação da Divisão, e outra no primeiro dia do Encontro, em 2019. Além disso, a Fetrancesc alugou um veículo que serviu de viatura descaracterizada para a DIC de Joinville desarticular uma operação do Porto de Itapoá, com a recuperação de carga milionária e condenação dos envolvidos. Por fim, a entidade investiu em divulgação entre os associados sobre o site Recupera Cargas, que integra registros imediatos de ocorrências com o serviço policial.

Fonte: Fetrancesc

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Entre em contato através do nosso Whatsapp